Antonov AN-2

Planta do Antonov AN-2

Planta do Antonov AN-2

O Antonov An-2 é um dos mais curiosos aviões de transporte do antigo bloco soviético, estando em serviço durante décadas, sendo produzidos ainda nos dias atuais pela Polônia e China, mediante pedido especial.

Conhecido como «Anusha», o An-2 foi uma aeronave concebida para utilizações em múltiplas missões, que poderia ser utilizado tanto como transporte táctico militar como para fins agrícolas.

Ainda que desenvolvido na era do jato, ele recebeu uma configuração de asas em biplano, o que lhe dá um ar antigo. No entanto, as duas asas permitem ao Antonov An-2 pousar e descolar em pistas muito curtas, o que o torna eficaz como aeronave para evacuações médicas, transportes de tropas, prática do paraquedismo, pulverização agrícola e ligação entre lugares remotos.

Até hoje, o An-2 é usado para o transporte de suprimentos, pessoas e animais nos confins gelados da Mongólia e povos do Leste Europeu.

Devido a sua versatilidade e robustez, o Antonov An-2 acabaria por se transformar no mais fabricado avião de transporte do pós-guerra do mundo, pois em 1959 a produção do avião foi transferida para a Polônia, acabando por produzir mais aeronaves que a fábrica ucraniana, onde nasceu, com cerca de 12.000 exemplares produzidos, muitos deles fornecidos à Rússia.

Com o passar do tempo o An-2 transformou-se na aeronave predileta dos Paraquedistas do velho mundo, por ser espaçoso e com uma capacidade de carga espantosa para um monomotor dos anos 50.

O AN-2 é uma aeronave de múltiplas finalidades, equipada com motor ASz-621R e hélice AW-2, de passo variável. Sendo um avião de emprego geral, o AN-2 pode ser utilizado nas seguintes versões: Carga (Mala Postal) – AN-2T Carga Passageiros – AN-2TP Passageiros – AN-2P Lançamento de Paraquedistas – AN-2TD Transporte Aeromédico – AN-2S Pulverização Agrícola – AN-2R Hidroavião – AN-2M. Adicionalmente o AN-2 em cada uma de suas versões citadas poderá ser equipado com trem de aterragem sobre rodas ou sobre “skis”.

Para conversão da aeronave de uma para outra versão, um equipamento especial é fornecido a pedido do comprador. Parte desse equipamento é normalmente integrado na aeronave, quando da montagem na fábrica, sendo o restante fornecido ao operador como peças sobressalentes e equipamento de solo.

A conversão é muito simples, permitindo que a aeronave seja convertida em duas de suas várias versões mesmo em oficinas e aeroportos de pequenos recursos.

Um jogo de ferramentas fornecido com todos os AN-2 é suficiente para efetuar a conversão. O AN-2 é simples de manuseio e serviço. É fácil de voar; o conhecimento básico de técnica de pilotagem de monomotores é o suficiente para voar o AN-2.

O AN-2 é um avião seguro, devido ao seu alto coeficiente de sustentação (flaps, ailerons, slots automáticos) pode ser utilizado em montanhas, em pequenos campos de pouso ou mesmo em locais não preparados, estando capacitado a descer em grandes ângulos de ataque.

AN-2 VASCO, Vietnam, 2005.
A aeronave possui equipamento de rádio e navegação que a torna capaz de voar e aterrar em condições desfavoráveis e sem visibilidade de solo.

O AN-2 é uma aeronave testada universalmente. Ao longo de muitos anos de operação em regiões geográficas diferentes e, sob as mais diversas condições climáticas (dos gelos permanentes do Ártico aos climas tórridos dos Trópicos), distante de bases equipadas, a aeronave provou sua segurança e foi largamente reconhecida.

A segurança do AN-2 foi constatada e confirmada em muitos países, como seja, República Popular Democrática da Coreia, Bulgária, Tchecoslováquia, República Árabe do Egito, Iugoslávia, República Democrática da Alemanha, Polônia, Romênia, Sudão, Tunísia, Rússia e outros.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Antonov_An-2

Download

  • Antonov AN-2

    Planta do Antonov AN-2

  • img-planta-aeromodelo

    Antonov AN-2

    Planta do Antonov AN-2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima